• Expresso Consultoria

Libra, criptomoeda do Facebook, é oficialmente revelada



Nesta terça-feira (18) o Facebook finalmente revelou sua criptomoeda, prometendo um sistema seguro de pagamentos baseado em blockchain. Denominado de Libra, o sistema promete oferecer uma moeda global simples e uma infraestrutura financeira que dá poder a bilhões de pessoas.


A ideia é, em breve, ser uma central de negócios descentralizada, capaz de suportar uma ampla gama de produtos financeiros - desde sistema bancário a empréstimos e crédito. A moeda de Libra é desenvolvida em torno do “Blockchain Libra”.


O software que implementa o Blockchain Libra foi criado com código aberto de modo a atender um público global – projetado para que todos possam desenvolvê-lo e para que bilhões de pessoas possam contar com ele para suas necessidades financeiras.


De acordo com o Facebook, o novo blockchain é criado com base em três requisitos:

  • Ter capacidade de escala para bilhões de contas, o que exige alta taxa de processamento de transação, baixa latência e um sistema de armazenamento eficiente e de alta capacidade.

  • Ser altamente seguro, para garantir a segurança dos fundos e dos dados financeiros.

  • Ser flexível, para fortalecer a governança do ecossistema Libra, bem como inovações futuras em serviços financeiros.


Associação Libra


Para possibilitar esta oferta e evitar problemas com as instituições tradicionais, o Facebook conseguiu apoio e verba de 29 parceiros que, juntos, formam a Associação Libra – uma organização independente e sem fins lucrativos, sediada em Genebra.


A lista completa de membros fundadores das Associações de Libra, conforme declarado no whitepaper de Libra, é a seguinte:

  • Pagamentos: Mastercard, PayPal, PayU (braço fintech dos Naspers), Stripe, Visa;

  • Tecnologia e mercados: Reservas, eBay, Facebook / Calibra, Farfetch, Lyft, MercadoPago, Spotify AB, Uber Technologies, Inc.;

  • Telecomunicações: Iliad, Grupo Vodafone;

  • Blockchain: Ancoradouro, Bison Trails, Coinbase, Inc., Xapo Holdings Limited;

  • Capital de Risco: Andreessen Horowitz, Breakthrough Initiatives, Ribbit Capital, Prosperar Capital, Union Square Ventures;

  • Organizações sem fins lucrativos e multilaterais e instituições acadêmicas: Laboratório de Destruição Criativa, Kiva, Mercy Corps, Banco Mundial da Mulher.


Calibra


Para gerenciar a Libra, o Facebook também vai criar uma subsidiária regulada, a Calibra. Esta companhia será responsável pela carteira digital da criptomoeda. Com suporte para Messenger, Whatsapp é um aplicativo independente, a wallet será usada para estocar a Libra e fazer pagamentos e transferências.


Para garantir a proteção, serão utilizados os mesmos processos de verificação e antifraudes que bancos e cartões de crédito utilizam, além de um sistema automatizado que poderá detectar e prevenir comportamentos fraudulentos.


“Também iremos oferecer um suporte em tempo real para ajudar em caso de perda do seu celular ou senha — e se alguém conseguir acesso fraudulento à sua conta e você perder alguma Libra como resultado disso, iremos oferecer um reembolso”, diz o comunicado da rede social


De acordo com a Associação Libra, o lançamento oficial da wallet e da criptomoeda deve ocorrer até o final de 2020.

16 visualizações0 comentário

Siga-nos nas redes sociais

  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© 2019 por Expresso Consultoria.